7 razões para praticares musculação

0

Existem muitas ideias preconcebidas em torno da musculação que, em grande parte, não correspondem à realidade. Esta actividade não é apenas para Schwarzeneggers e atletas que pretendem atingir grandes níveis de massa muscular. É uma modalidade transversal a todas as faixas etárias e muito procurada para atingir os mais variados objectivos.

Toma nota dos benefícios e das razões pelas quais deves praticar musculação:

1. Ajuda a aumentar a massa magra. Ao praticares musculação vais estar a maximizar o ganho de massa muscular. Durante o período em que estás a dormir, o organismo repara as fibras musculares danificadas pelo treino e gera novas fibras, sendo o treino de musculação responsável por estas alterações.

LÊ TAMBÉM: 7 alimentos que estimulam o bom desempenho e o aumento da massa muscular

2. Ajuda a perder massa gorda e combate a flacidez. Para além do exercício cardiovascular ser importante no processo de emagrecimento, não deves descurar o treino de musculação que te vai permitir conservar a massa magra, estimular a perda de gordura, combater a flacidez, tonificar os músculos e estimular a produção de novas fibras musculares. Depois de um treino intenso de musculação o corpo pode demorar até 72 horas a recuperar, por isso os músculos terão de consumir mais calorias mesmo estando em repouso. Alguns especialistas norte-americanos verificaram que, apesar de o treino de endurance (cardio) ser mais eficiente para quem quer perder gordura, o treino de resistência (musculação) pode permitir que percas até 1kg por semana. Aparentemente é um valor baixo, mas não te esqueças que o treino de resistência promove o aumento da massa magra, que é mais pesada que a massa gorda. Por esta razão a diferença na balança pode parecer pouco significativa.

3. Fortalece os ossos e reduz o risco de desenvolver osteoporose (diminuição substancial da quantidade de massa óssea, desenvolvimento de ossos ocos, finos e de extrema sensibilidade, mais sujeitos a fracturas). A musculação aumenta a densidade óssea e estimula a produção de células fixadoras de cálcio que fortalecem os ossos.

4. Melhora a postura. Praticar musculação ajuda a fortalecer todas as estruturas do corpo; melhora a postura devido ao fortalecimento dos músculos que suportam a coluna (abdominais e flexores); melhora a flexibilidade, o equilíbrio e a coordenação. É uma boa opção para quem sofre de problemas de costas. Se for esse o caso, deves pedir a ajuda de um instrutor, pois se os exercícios forem mal executados podem piorar a situação.

5. Diminui o risco de desenvolver diabetes. A musculação aumenta a acção da insulina no músculo esquelético, aumentando assim a tolerância à glicose que, em excesso, provoca diabetes.

6. Diminui o colesterol. A musculação fortalece as artérias e torna o fluxo sanguíneo mais “forte”, o que permite dissolver os resíduos que se acumulam no sangue. Estudos comprovam que a musculação tem a capacidade de aumentar o HDL (colesterol bom) e diminuir o LDL (colesterol mau).

{{revslider alias=”blog_article_promo”}}

7. Reduz a pressão arterial. Com músculos mais fortes o coração terá de se esforçar menos nas actividades diárias. Estudos comprovam que praticar musculação semanalmente contribui para o fortalecimento da saúde cardiovascular, uma vez que o exercício desta actividade física reduz a pressão arterial sistólica (indicador maior na leitura da pressão arterial) em 2% e a pressão diastólica (o indicador menor) em 4%.

Para além das razões acima mencionadas, a musculação potencia a libertação de uma hormona chamada endorfina que está relacionada com a boa disposição, optimismo e confiança.

LÊ TAMBÉM:

Quando é que devemos alterar o plano de treinos?

10 dicas para obteres uma definição muscular invejável

Quais são os suplementos que potenciam o ganho de massa muscular?

Referências:

N/d, Los beneficios de musculación, n/d, 23 de Setembro de 2014, adaptação da versão originalN/d, The Benefits of Regular Strength Training, n/d, adaptação da versão originalN/d, Os benefícios da musculação, 2 de Abril de 2010, adaptação da versão originalJose Alberto Benítez Andrades, Beneficios de la musculación en el organismo, 3 de junho de 2013, adaptação da versão original

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here