7 dicas para comer no trabalho de forma simples e saudável

0

Manter uma dieta equilibrada durante a semana de trabalho pode ser um desafio. As vending machines cheias de refrigerantes e de snacks prejudiciais à dieta, a colega que leva batatas fritas para o lanche e que almoça pizza todas as terças e quintas-feiras, são alguns exemplos dos piores inimigos de quem tem uma dieta e objetivos por cumprir.

Temos algumas dicas para te ajudar a resistir a essas tentações e outras condicionantes do teu local de trabalho, como por exemplo, a falta de um refeitório ou de um frigorífico. Aprende a comer de forma saudável, independentemente de onde estejas, sem comprometer o teu trabalho no ginásio!

1. Não saltar refeições

Por falta de tempo ou excesso de trabalho, muitas pessoas fazem apenas a pausa para almoço, deixando para segundo plano os lanches da manhã e da tarde. Este é um erro muito comum também nas pessoas que tentam perder peso a comer menos. O nosso organismo precisa de uma certa quantidade de energia e nutrientes para funcionar corretamente e recuperar do esforço físico feito no ginásio. Quando estamos muitas horas sem comer, estamos a interromper a absorção dessa energia e nutrientes, logo, a contribuir para desacelerar do nosso metabolismo.

Dica: Agenda horas para lanchares a meio da manhã e da tarde, de modo a que faças pelo menos 6 refeições diárias. Planeia em casa todas as refeições do teu dia. A preparação é essencial para que a margem de erro diminua.

2. Snacks nas gavetas

Mesmo com toda a preparação possível, as coisas nem sempre podem correr da melhor maneira. O almoço pode não te deixar saciado, por exemplo. Nessas ocasiões, convém estar sempre preparado e com uma alternativa saudável como plano de emergência. Procura ter sempre na gaveta do escritório snacks saudáveis, como porções de frutos secos ou barritas de proteína.

Dica: Sendo estes alimentos para ingerir no caso de uma eventualidade, não convém que sejam alimentos que te deixem a pensar neles o dia inteiro. O truque para estes casos é escolher alimentos saudáveis, mas que não sejam os teus favoritos. Exemplo:

total protein bar

3. Tomar o pequeno-almoço em casa

O pequeno-almoço é a refeição que te dá energia para o início do dia. É importante que faças esta refeição em casa, antes de saíres para o trabalho. As opções de pequeno-almoço fora de casa costumam ser menos saudáveis e pouco acertadas para quem está a tentar cumprir um regime alimentar nutritivo e hipocalórico. Tomar o pequeno-almoço em casa permite um controlo maior sobre os alimentos que ingeres, ao mesmo tempo que fará com que não cedas tão facilmente às tentações calóricas no trabalho.

Dica: Faz o teu próprio muesli juntando flocos de aveia com flocos de trigo integrais, frutos secos como: amendoins, nozes, amêndoas e também passas ou sultanas.

4. Não comer à frente do computador

Estudos feitos na Universidade de Bristol comprovam que comer à fente do computador pode levar a uma maior ingestão contínua de alimentos. Faz uma pausa nas tuas tarefas enquanto desfrutas da tua refeição. Se tens refeitório no teu local de trabalho, procura sentar-te de costas para a televisão, e enquanto almoças faz pausas para conversar com os colegas e saborear os alimentos. Caso tenhas mesmo de almoçar no teu escritório, arruma a tua secretária e arranja espaço para colocares tudo o que precisas para a tua refeição.

5. Ser organizado

Prepara a tua semana em termos alimentares. Planeia que refeições queres fazer e que alimentos vais ter de levar para o trabalho. Um bom planeamento facilita a ingestão acertada de alimentos, assegurando que cumpres a tua dieta. Ao preparar refeições diferentes para vários dias, evitas comer sempre a mesma coisa e acabar por fugir à dieta. Quanto mais bem preparada for a tua semana alimentar, menos erros cometerás.

Dica: Certifica-te que os alimentos que levas para o trabalho vão bem acondicionados nas embalagens corretas. Se não tiveres acesso a microondas, tem o cuidado de escolher alimentos que não te importes de comer à temperatura ambiente. No caso de levares alimentos que devam ser consumidos frios e o teu local de trabalho não esteja equipado com frigorífico, opta por tirá-los do frigorífico de casa só de manhã e colocá-los em sacos ou malas isotérmicas.

6. Beber água

É fundamental estar sempre hidratado. As quantidades de água que deves consumir vão depender também do exercício físico que fazes, mas o recomendado é beber pelo menos 2l de água por dia. A desidratação provoca cansaço e desconcentração, o que pode prejudicar o teu rendimento no trabalho.

Dica: Marca horas no teu calendário para beber água. Também podes marcar na própria garrafa as quantidades que deves consumir até ao almoço, até ao lanche e até à hora de saída do trabalho.

7. Saber dizer não

És das pessoas que têm colegas que todos os dias levam snacks pouco saudáveis para o trabalho? A senhora da secretária ao lado lancha um pacote de Doritos? Resiste à tentação e lembra-te qual é o teu objetivo final. Pergunta a ti mesmo em que é que aquele croissant com chocolate na vending machine te vai ajudar a longo prazo. Sempre que fizeres este exercício de pesar os prós e contras vais acabar por tomar a decisão acertada.

LÊ TAMBÉM:

7 erros que não deves cometer durante dieta

7 pequenos almoços saudáveis para atletas

5 alimentos para os dias de treino de alta intensidade

Referências:

n/d, 10 dicas para comer melhor no trabalho, Janeiro 2013, adaptação a versão original n/d, Comer no escritório pode ser prático, económico e saudável, fevereiro 2008, adaptação da versão orginal n/d, Comida Saudável no Trabalho, Abril 2014, adaptação da versão original n/d, Comer em frente ao computador provoca ataques de gula, adaptação da versão original

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here